MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Tags

Office 2010 e Windows Mobile Device Center (WMDC)

Ontem instalei o Office 2010 na minha máquina, e claro baixei a versão x64 (64 bits) já que o meu Windows 7 é 64 bits.

Porem, ontem a noite não conseguia sincronizar o meu telefone Windows Mobile com o Outlook e recebia o erro:

"Either these is no default mail client or the current mail client cannot fulfill the messaging request. Please run Microsoft Office Outlook and set it as the default mail client."

Tentei de tudo, reinstalei o Office, o WMDC, verifiquei o Event Viewer e nada. Até que resolvi usar o Debug do Visual Studio 2008 e descobri que o WMDC faz uma chamada em 32 bits para uma biblioteca de nome MAPI.dll, que no caso do Office 2010 64 bits não existe uma segunda versão 32 bits.

Solução: Desinstale o Office 2010 64 bits e instale a versão 32 bits. Não adianta reclamar, depois de achar o problema consultei o log de erros no site Microsoft Connect e vi que este problema não é do Office e sim do WMDC que não tem versão com chamada de API 64 bits.

Posted: jul 31 2010, 16:27 by msincic | Comentários (5) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Office

PPTs e links do TechNet Webcast: Migração de Windows SharePoint Services 3.0 para SharePoint Foundation 2010

Junto com o André Lima realizamos o webcast da semana de migração do Microsoft TechNet.

Conforme prometido segue o pps da apresentação e os links de referencia:

PPT da apresentação: Webcast Migracao SF2010.pps (3,09 mb)

Links:

•Guia de Migração – http://technet.microsoft.com/en-us/library/cc303309.aspx

•Novidades do Sharepoint 2010 – http://technet.microsoft.com/pt-br/sharepoint/ee518670.aspx

•TechNet Magazine: Prepare-se para migrar – http://technet.microsoft.com/pt-br/magazine/ff770990.aspx

•Palestrantes: – www.marcelosincic.com.br (twitter.com/marcelosincic) e andrealveslima.spaces.live.com (twitter.com/andrealveslima)

Para baixar o webcast acesse o link: http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/TechNet-Webcast-Migracao-de-Windows-SharePoint-Services-30-para-SharePoint-Foundation-2010-em-29-de-Julho-as-1200.aspx

Posted: jul 29 2010, 14:23 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Sharepoint

TechNet Webcast: Migração de Windows SharePoint Services 3.0 para SharePoint Foundation 2010 em 29 de Julho as 12:00

Já realizado, use o link abaixo para baixar ou assistir o webcast gravado. No post PPTs e links do TechNet Webcast- Migração de Windows SharePoint Services 3.0 para SharePoint Foundation vc poderá acessar o ppt e os links citados no webcast.

Na quinta dia 29/07/2010 estarei junto com o André Lima (http://andrealveslima.spaces.live.com) apresentando o webcast da semana de migração, e a nosso cargo está o de WSS 3.0 para o Sharepoint Foundation 2010.

Nossa idéia será iniciar com um overview das novas funcionalidades e demonstrar um site em WSS 3.0 com blog, wiki e team site criados e como a migração in-place foi realizada.

Não poderemos demonstrar em um webcast por limitações óbvias, mas aboraremos como fazer a migração em farms.

Link para baixar ou assistir a versão gravada: https://msevents.microsoft.com/CUI/EventDetail.aspx?EventID=1032456610&culture=en-US

TechNet Webcast: Migração de Windows SharePoint Services 3.0 para SharePoint Foundation 2010

TechNet Webcast: Migração de Windows SharePoint Services 3.0 para SharePoint Foundation 2010

Idioma(s): Português.

Produto(s): Outros.

Público(s): Generalista de TI.

Duração: 60 Minutos

Data de Início: quinta-feira, 29 de julho de 2010 12:00 Brasília

Visão Geral do Evento
Veja neste webcast como fazer o upgrade das funcionalidades que você criou no Windows SharePoint Services 3.0 para o SharePoint Foundation 2010.

Posted: jul 26 2010, 13:31 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Sharepoint

System Center Configuration Manager 2012 - Parte III

Veja a parte I: http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/System-Center-Configuration-Manager-vNext-Parte-I.aspx
Veja a parte II: http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/System-Center-Configuration-Manager-vNext-Parte-II.aspx

Neste terceiro post das novidades do ConfigMgr vNext vou abordar as novas funcionalidades referentes ao grupo de operações “Monitoring”.

A imagem abaixo mostra como foi organizado esta árvore com os alertas de estados gerados pelas situações do servidor e pacotes, como já havia no SCCM 2007. Em Queries é possivel montar as consultas a dados que os administradores utilizam para procurar dados ou máquinas especificas, gerar listas ou base para coleções.

Reporting são as coleções de relatórios que no vNext ficam todos no SQL Server Reporting Services, diferente das versões anteriores que mantinham tanto relatórios no SQL RS quanto no formato proprietário. Essa mudança foi gradual, já que os novos relatórios no R3 precisavam ser instalados a parte e só funcionavam com o SQL RS (Instalando os relatórios da feature Power Management do SCCM R3).

Vamos a algumas novas telas que possuem funcionalidades bem interessantes. A primeira delas é a tela abaixo onde podemos ver a estrutura do Site. Notem que o dashboard mostra os servidores e ao parar o mouse sobre um deles é possivel ver a situação dele e ter acesso a configurações. Essa é uma funcionalidade bem interessante e prática para os administradores de multiplos sites com hierarquias complexas e diversos servidores.

Site

Site Status

Outra interessante funcionalidade é a monitoração do status dos clientes. Note que na primeira parte abaixo o dashboard mostra como está a “saúde” dos clientes, indicando em um gráfico e com dados quantas estações estão com problemas ou falhas. Também destaca-se no dashboard os links para “Client Status Settings” facilitando a configuração dos dashboards.

Note também a presença dos links que permitem detalhes de ocorrencias, como mostrado nas duas imagens abaixo.

Client Status-1

Client Status-2

Similarmente o dashboard de atividade dos clientes irá facilitar a visualização de clientes que demoram a se reportar e entram em estado de inatividade. Veja mais um vez que os dados são mostrados de forma simples de serem visualizados e com detalhamento por grupo de computadores.

E na segunda imagem com as trends é possivel ver em um elegante gráfico de barras quantos clientes se comunicaram em um prazo especifico, permitindo com isso verificar também como anda o tráfego de dados entre servidor e cliente.

Client Activity-1Client Activity-2

No próximo post irei detalhar as novidades de “Asset and Compliance”.

Posted: jul 16 2010, 11:02 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Instalação do Agente System Center Data Protection Manager no Windows 2008 R2

Ao tentar instalar o agente do DPM, tanto o 2007 quanto o 2010 no Windows 2008 R2 tive problemas em algumas máquinas.

SINTOMA

Ao tentar instalar de forma automática pela console ele acusa o erro abaixo:

Error 313: The agent operation failed … Error details: Fatal error during installation (0x80070643)

CAUSA

Erros de instalação podem acontecer por alguns problemas típicos como usuário e senha insuficientes para o processo mas neste caso o problema em 3 servidores que já ocorreu foi por causa do firewall.

Mesmo não habilitado o serviço de firewall do Windows está no ar e proíbe a inclusão da regra de exceção. Isso vale quando o firewall está desabilitado mas o serviço está em execução.

SOLUÇÃO

  1. Desative o firewall pelo Network Sharing Center
  2. Pelo Services do Windows pare (stop) o serviço de firewall do Windows
  3. Volte ao console do DPM e mande instalar o agente

Em geral este procedimento simples resolve o problema. Se você tiver outros problemas fique a vontade para entrar em contato ou escreva nos comentários.

Posted: jul 13 2010, 22:09 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'refs'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Tags

Interface Core e Sistema de Arquivos do Windows 8 Server

Duas novas informações vindas do time do Windows 8 Server são interessantes, uma pela consolidação e mudança na interface e outra por ser uma “novidade” que já era esperada desde o Longhorn (Windows 2008 RTM).

Interface Core

Essa mudança é significativa, apesar de não ser nova por já estar presente no Windows 2008 R2. Porem agora a interface Server Core será o padrão ao invés da interface completa em servidores Windows 8.

Com essa alteração vemos como está sendo bem aceito e fundamentado pelos clientes o uso de um SO Windows com menor consumo de memória (512 Kb no Core contra 1.5 GB com a interface gráfica).

Mas adicionalmente foi acrescentada a possibilidade de alterar entre o modo GUI e o Core, o que hoje não é possivel no Windows 2008 R2. Isso permitirá, inclusive é destacado no anúncio, que um administrador poderá instalar a interface gráfica para configurar o servidor e após terminar retornar para o modo Core, o que será muito bom para os que conhecem pouco de PowerShell.

Referencia http://blogs.technet.com/b/server-cloud/archive/2012/01/11/windows-server-8-server-applications-and-the-minimal-server-interface.aspx

Novo Sistema de Arquivos ReFS

Desde o Longhorn que se falava de um sistema de arquivos baseados em banco de dados e que foi testado e tinha o code name WinFS. Porem o modelo de banco de dados não é como o de arquivos por diversos motivos, mas principalmente na forma de armazenar dados que difere em muito documentos.

Já ouvi muitas vezes pessoas dizendo que o SharePoint guarda arquivos em banco de dados, porem são dados em formatos estruturados e não binários desestruturados como é o caso de um disco. Por exemplo, um doc/gif/jpeg/pdf tem inicio e fim na clusterização do arquivo com conteudo definido pela aplicação, enquanto em um sistema de arquivos como o NTFS guarda dados de criptografia para cada arquivo e dados desestruturados como é o caso do Shadow Copy (VSS).

O que o ReFS irá agregar de conceitos de banco de dados não é o formato BLOB ou CLOB de armazenamento, mas sim a estruturação do sistema de arquivos.

Isso é fácil de se entender quando pensamos que no NTFS original guardava-se os metadados do arquivo em uma “tabela” onde havia data de criação, nome e outros dados comuns, que seram vinculados as listas de permissões ACL/ACE com o “ID” do arquivo. Com o passar do tempo e as evoluções surgiram muitas outras tabelas como criptografia, compressão, BitLocker, Shadow Copy, etc. Com isso o NTFS acabou se dissipando em uma série de “tabelas” que tratam de determinado metadado. Imagine um disco onde o NTFS esteja com criptografia e VSS habilitado quantas diferentes informações estarão espalhadas entre as diversas tabelas especificas de cada recurso.

Já no ReFS será utilizado o conteudo de chave primária para um arquivo e apenas um ID e as tabelas serão unificadas com o conceito de “Key Value” comum em aplicações que utilizam matriz (array) como .NET e Java.

Abaixo é possivel ver um exemplo que o time de produto divulgou onde a tabela de alocação contem apenas o ID e a referencia dos blocos fisicos no disco, uma tabela contem os metadados basicos do arquivo e outra todos os “Key Values” juntos.

image

O conceito de “Key Value” é muito util pois podemos representar qualquer informação adicional sem a necessidade de criar tabelas em separado. Veja o exemplo abaixo, claro que teórico de como representar a melhora.

image

Note que no modelo NTFS temos uma “tabela” que representa apenas a criptografia e para cada agente de recuperação repete-se os dados. Multiplique isso por cada tipo de informação que um arquivo armazena no NTFS.

Em modelo baseado em estruturas de tabelas todas as informações estão em um unico lugar baseada no código do “Key” e o valor guarda os detalhes daquela informação, reduzindo o numero de tabelas para controle.

Isso irá reduzir a superficie de falhas por não serem x tabelas (ou blocos) para guardar e recuperar os dados, sendo mais simples ao SO juntar as informações e manter os backups (réplicas) atualizadas.

Nota: Não será possivel converter o sistema de arquivos, será necessário mover e reformatar.

Referencia http://blogs.msdn.com/b/b8/archive/2012/01/16/building-the-next-generation-file-system-for-windows-refs.aspx

Posted: jan 17 2012, 11:50 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Windows 2012 | Windows 8
Login