MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Lançamento do System Center Configuration Manager R3

Hoje foi lançado (2:00pm PST / 18:00 brasilia) o R3 do ConfigMgr 2007.

Em post anteriores já havia comentado sobre suas novas funcionalidades baseado no Beta e segue os links para quem desejar instalar esta atualização:

Instalando os relatórios da feature Power Management do SCCM R3

Green IT no System Center Configuration Manager R3 - Power Management

TechNet Webcast: Visão Geral Técnica: System Center Configuration Manager 2007 SP2 e R3, dia 2/6/2010

Suporte a Intel vPro no System Center Service Manager e no Configuration Manager

Para quem já possui as versões anteriores do ConfigMgr 2007 não é necessário licenciar o R3, já que se trata de uma atualizações e não um novo produto.

Fonte: http://blogs.technet.com/b/systemcenter/archive/2010/10/14/system-center-configuration-manager-2007-r3-unleashed.aspx

Posted: out 14 2010, 14:19 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Virtual Labs do TechNet para a familia System Center

Hoje as 19:00 horas (3:00 hrs PST) foram liberados os Virtual Labs para o System Center Configuration Manager v.Next.

Já falei do v.Next várias vezes em posts anteriores, inclusive sobre a disponiblidade da VM pronta para testes.

Porem os VLs são muito interessantes porque permitem executar seus testes diretamente nos servidores da Microsoft com VMs hospedadas em Hyper-V.

Para acessar os VLs utilize o link: http://technet.microsoft.com/en-us/virtuallabs/bb539977.aspx

Note que apenas os 9 primeiros são do v.Next e os outros são do SCCM 2007, mas inclui também na lista alguns com as funcionalidades do SCCM 2007 R2.

Para ajudar nos seus laboratórios ou participar do CEP acesse o post que montei em http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/System-Center-Configuration-Manager-vNext-em-Preview-Aberto.aspx

Fonte: http://blogs.technet.com/b/systemcenterexperts/archive/2010/10/05/configuration-manager-v-next-virtual-labs-announcement.aspx

Posted: out 05 2010, 19:39 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

System Center Configuration Manager v.Next em Preview Aberto

Já a algum tempo que os participantes do programa System Center Influencers tinham a cópia para testes do SCCm v.Next e já havia publicado alguns artigos sobre as novidades desta nova versão.

Agora o v.Next está aberto ao público alem do grupo de influenciadores no link http://blogs.technet.com/b/systemcenter/archive/2010/09/17/announcing-the-configuration-manager-v-next-community-evaluation-program.aspx?utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter

Cadastre-se, respondendo a persquisa e poderá ter uma idéia de como é que será o novo SCCM. Se quiser desde já saber algumas das novidades, veja os 3 posts que já tenho e em breve publicarei as próximas 3 partes:

System Center Configuration Manager vNext - Parte I

System Center Configuration Manager vNext - Parte II

System Center Configuration Manager vNext - Parte III

Posted: set 17 2010, 18:55 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

System Center Configuration Manager 2012 - Parte III

Veja a parte I: http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/System-Center-Configuration-Manager-vNext-Parte-I.aspx
Veja a parte II: http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/System-Center-Configuration-Manager-vNext-Parte-II.aspx

Neste terceiro post das novidades do ConfigMgr vNext vou abordar as novas funcionalidades referentes ao grupo de operações “Monitoring”.

A imagem abaixo mostra como foi organizado esta árvore com os alertas de estados gerados pelas situações do servidor e pacotes, como já havia no SCCM 2007. Em Queries é possivel montar as consultas a dados que os administradores utilizam para procurar dados ou máquinas especificas, gerar listas ou base para coleções.

Reporting são as coleções de relatórios que no vNext ficam todos no SQL Server Reporting Services, diferente das versões anteriores que mantinham tanto relatórios no SQL RS quanto no formato proprietário. Essa mudança foi gradual, já que os novos relatórios no R3 precisavam ser instalados a parte e só funcionavam com o SQL RS (Instalando os relatórios da feature Power Management do SCCM R3).

Vamos a algumas novas telas que possuem funcionalidades bem interessantes. A primeira delas é a tela abaixo onde podemos ver a estrutura do Site. Notem que o dashboard mostra os servidores e ao parar o mouse sobre um deles é possivel ver a situação dele e ter acesso a configurações. Essa é uma funcionalidade bem interessante e prática para os administradores de multiplos sites com hierarquias complexas e diversos servidores.

Site

Site Status

Outra interessante funcionalidade é a monitoração do status dos clientes. Note que na primeira parte abaixo o dashboard mostra como está a “saúde” dos clientes, indicando em um gráfico e com dados quantas estações estão com problemas ou falhas. Também destaca-se no dashboard os links para “Client Status Settings” facilitando a configuração dos dashboards.

Note também a presença dos links que permitem detalhes de ocorrencias, como mostrado nas duas imagens abaixo.

Client Status-1

Client Status-2

Similarmente o dashboard de atividade dos clientes irá facilitar a visualização de clientes que demoram a se reportar e entram em estado de inatividade. Veja mais um vez que os dados são mostrados de forma simples de serem visualizados e com detalhamento por grupo de computadores.

E na segunda imagem com as trends é possivel ver em um elegante gráfico de barras quantos clientes se comunicaram em um prazo especifico, permitindo com isso verificar também como anda o tráfego de dados entre servidor e cliente.

Client Activity-1Client Activity-2

No próximo post irei detalhar as novidades de “Asset and Compliance”.

Posted: jul 16 2010, 11:02 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Instalação do Agente System Center Data Protection Manager no Windows 2008 R2

Ao tentar instalar o agente do DPM, tanto o 2007 quanto o 2010 no Windows 2008 R2 tive problemas em algumas máquinas.

SINTOMA

Ao tentar instalar de forma automática pela console ele acusa o erro abaixo:

Error 313: The agent operation failed … Error details: Fatal error during installation (0x80070643)

CAUSA

Erros de instalação podem acontecer por alguns problemas típicos como usuário e senha insuficientes para o processo mas neste caso o problema em 3 servidores que já ocorreu foi por causa do firewall.

Mesmo não habilitado o serviço de firewall do Windows está no ar e proíbe a inclusão da regra de exceção. Isso vale quando o firewall está desabilitado mas o serviço está em execução.

SOLUÇÃO

  1. Desative o firewall pelo Network Sharing Center
  2. Pelo Services do Windows pare (stop) o serviço de firewall do Windows
  3. Volte ao console do DPM e mande instalar o agente

Em geral este procedimento simples resolve o problema. Se você tiver outros problemas fique a vontade para entrar em contato ou escreva nos comentários.

Posted: jul 13 2010, 22:09 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'lync 2013'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Desenhando Soluções de Microsoft Lync 2013

Uma das tarefas de arquitetura é determinar posicionamento, carga, roles e configurações de um produto.

Em muitos produtos a Microsoft fornece aplicativos que permitem fazer o desenho  da topologia com informações detalhadas, e um destes é o Microsoft Lync Server 2013 Planning Tool disponivel em http://www.microsoft.com/en-us/download/confirmation.aspx?id=36823

A ferramenta é simples de instalar, mas muito útil e fornece informações que serviram de base para o desenho final. É importante lembrar que ferramentas de design de topologia servem de referência, mas cabe ao arquiteto utilizar estas informações para fazer o desenho final da solução desejada.

Irei neste artigo detalhar a ferramenta e a cada dado especificado tentar colocar o que será afetado na topologia conforme a opção escolhida.

 

Utilizando o Lync Planning Tool – Definição de Roles

Ao abrir a ferramenta podemos ver diversos detalhes e iniciar o processo. Do lado esquerdo temos uma série de links para entender a ferramenta, a barra de ferramentas com as funcionalidade de geração das planilhas Excel (XML) e desenho em Visio. No centro temos como ler um design salvo (File…Open…botão Display) ou criar um novo desenho em Design Sites:

09-09-2013 07-29-38

Ao iniciar o desenho de uma nova topologia será necessário inserir os dados de como o cliente irá utilizar o Lync. O primeiro destes dados é sobre Audio/Video conferencia que influirá diretamente no número de Frontend Servers necessários, apesar de ser ponto a ponto (peer-to-peer) quando utilizado o Lync Client:

09-09-2013 07-29-53

Dial-In é o recurso do Lync de permitir que um usuário entre na conferencia diretamente por um telefone comum utilizando um número criado para cada meeting. É importante lembrar que este recurso depende da integração entre o Lync e o PBX VoIP:

09-09-2013 07-30-11

Web Conferencing são as reuniões (meetings) entre usuários de Lync Client e usuário externos na internet. Diferente da primeira opção (Audio/Video), aqui estamos identificando que o cliente irá fazer reuniões com usuários não locais, o que é bem diferente e irá impactar em Edge Server e Frontend Servers:

09-09-2013 07-30-33

Enterprise Voice é o recurso da integração do Lync Server com o PBX VoIP, que alem da integração entre o cliente do Lync e o telefone também faz o encaminhamento de mensagens para o Exchange, o Voice Admissions para conferencias (Dial-in Conference) e outros recursos. Essencial lembrar que para isso é necessário ter a licença Lync Enterprise para o cliente e o servidor. Habilitar esta configuração impacta no numero de Frontend, Mediation e Gateway Server (se o PBX não é diretamente compatível com o Lync):

09-09-2013 07-30-47

Quando se implementa o recurso acima (Enterprise Voice) é possivel criar a integração entre o Lync Server e o Exchange Server. Por exemplo, ao receber uma mensagem na caixa postal do ramal esta mensagem é transformada em texto pelo reconhecimento de voz do Lync Server e enviada para o email do usuário em forma de texto e arquivo de som anexado. Esta configuração exige o Exchange Server 2010 e preferencialmente o Exchange 2013, alem de impactar no número de Frontend Servers:

09-09-2013 07-31-01

O CAC(Call Admission Control) é um recurso do Lync quando integrado ao PBX para trazer qualidade as ligações. Com ele o Lync controla a banda de VoIP fazendo o roteamento para linhas comuns (PSTN) quando a internet WAN utilizada para ligações IP estiver com tráfego alto.  É essencial para garantir qualidade nas ligações em sistemas integrados:

09-09-2013 07-31-14

A monitoração irá gerar dados detalhados da qualidade e utilização do Lync para estatisticas e geração de relatórios, o que permitirá ao administrador verificar a demanda e priorizar os investimentos na topologia quando precisar de expansões. Esta função é uma role separada de outras, apesar de ser possível ser compartilhada em um mesmo servidor físico Frontend:

09-09-2013 07-31-25

O Archive é o recurso que no Outlook cria uma pasta “Conversation History” ou um botão de histórico no Lync Client. Ele pode ser configurado para utilizar o SQL Server ou o Exchange 2013. O ideal é sempre utilizar o Exchange, assim a integração com o Outlook é garantida, porem apenas com o Exchange 2013 ela é possível. Utilizar o SQL Server irá criar uma base de dados pequena, uma vez que no IM (Instant Messenger) não costumamos utilizar imagens ou sons. É uma role separada, podendo ser compartilhada com outras roles assim como as outras:

09-09-2013 07-31-36

O Chat Persistente é um recurso utilizado para habilitar uma tab no cliente Lync 2013 onde é possivel criar conversações que ficam arquivadas e disponiveis para leitura posterior pública ou limitada a uma lista de usuários especificadas pelo criador da conversação. Impacta no número de Frontend Servers e no espaço utilizado no banco de dados do Lync:

09-09-2013 07-31-47

É a role que suporta o acesso para dispositivos móveis, lembrando que o Lync 2013 já possui clientes para iOS, Android e Windows Phone, permitindo inclusive chamadas de voz. Impacta no número de servidores Frontend e principalmente Edge Servers:

09-09-2013 07-31-56

O recurso de federação permite que os clientes do Lync internos se conectem com clientes MSN e outros. Com este recurso é possivel que os usuários corporativos usem o Lync para conversar com usuários Microsoft Live e impacta no número de Edge Servers necessários, e está disponivel gratuitamente no Lync 2013 para a licença Enterprise:

09-09-2013 07-32-07

Alta disponibilidade irá definir a necessidade de cluster do SQL Server e pools de Frontend e Edges Servers:

09-09-2013 07-32-17

Obviamente, serve apenas como informativo para os relatórios de ranges de IPs necessários no projeto final:

09-09-2013 07-32-27

 

Utilizando o Lync Planning Tool – Definição de Sites

No próximo passo é necessário definir quantos sites o cliente possui, o que será utilizado em cada site e para quantos usuários.

Note que as perguntas anteriores servem para indicar os recursos que serão considerados nesta fase. Ou seja, é possivel alterar as opções anteriores por clicar nos checkboxes em cada site. Conferir com cuidado o que cada site utilizará de recursos é importante neste ponto, já que em geral cada site tem diferentes necessidades:

09-09-2013 07-33-11

Esta opção serve apenas como informativo para o numero de certificados e o desenho final gerado, com os sites existentes no clientes:

09-09-2013 07-33-27

As próximas duas telas definem métricas de reuniões e voz que serão consumidas. Estes dados são baseados em experiência e histórico que podem ser obtidas com o pessoal de telecomunicações do cliente:

09-09-2013 07-33-37

09-09-2013 07-33-46

Para integração com o PBX é possivel utilizar gateways (equipamentos dedicados a fazer o roteamento entre o PABX tradicional e o Lync), SIP Truking (integração direta com o PBX VoIP e o Lync) ou conexão já existente. Estas definições são realizadas pelo pessoal de telecomunicações previamente ao design do Lync:

09-09-2013 07-33-56

Neste ponto definimos o percentual de usuários que tem ramais integrados para Unified Messaging. Na maioria das empresas não são todos os funcionários que possuem ramal próprio ou que precisem deste recurso, por exemplo para mesas de atendimento rotativo. Este dado é definido pelo cliente em questionários prévios:

09-09-2013 07-34-05

Defina quantos usuários irão fazer acesso externo, o que implica em mais servidores Edge do Lync:

09-09-2013 07-34-17

Defina quantos usuários utilizaram o recurso de Chat Persistente. Este dado é díficil de ser levantado, já que dificilmente a empresa terá isso antes do projeto. Porem, pode-se usar o percentual padrão de 20% que são aqueles que utilizam recursos assim, já que a grande maioria usa apenas o IM, sem criar salas de discussão. Um bom parametro para saber se este recurso é muito utilizado é por verificar a utilização de Pastas Públicas do Exchange:

09-09-2013 07-34-27

Defina o percentual de usuários que utilizarão os clientes Android, iOS e Windows Phone:

09-09-2013 07-34-35

Mediation Server é a role que faz integração entre o PBX e o Lync. Defina se irá utilizar um servidor único ou compartilhado para esta função. Obviamente que impacta no número de servidores e depende do número de ramais existentes no PBX:

09-09-2013 07-34-45

Por último defina sites que se conectam a sua estrutura. Neste caso são locais que conectam nos servidores localizados no site que foi definido e não locais onde haverá estrutura separada de servidores, o que e considerado outro site:

09-09-2013 07-37-02

Terminado de definir os dados do site, pode-se repetir a operação várias vezes para outros sites, lembrando que entende-se como "Central Site” aqueles locais onde haverá servidores Lync:

09-09-2013 07-37-15

 

Utilizando o Lync Planning Tool – Visualizando Resultados

09-09-2013 07-38-19

Ao clicar no botão Draw no final dos questionários podemos ver a topologia básica necessária, com os sites definidos.

Note que na lateral direita temos a configuração total de servidores necessários, onde temos a necessidade de servidores fisicos e roles:

09-09-2013 07-38-36

Clicando em cada site é possivel ver a estrutura sugerida, como o exemplo abaixo. Veja que na lateral direita em Ações é possivel retornar ao desenho global e ter acesso aos documentos online da Microsoft para as tarefas de planejamento, bem como a documentação de construção do ambiente:

09-09-2013 07-39-31

Ainda em cada site é possivel ver detalhes (3 abas seguintes), como a topologia IP para os servidores Edge com os ranges necessários, bem como as URLs. Importante que os ranges de IP e os nomes são apenas sugestões e precisam ser alterados para se adequar ao ambiente do cliente:

09-09-2013 07-41-18

09-09-2013 07-41-42

09-09-2013 07-41-53

 

Utilizando o Lync Planning Tool – Exportando os Dados

Utilizando a barra de ferramentas do Planning Tool vemos a possibilidade de criar um arquivo Visio com todos os diagramas gráficos mostrados nas imagens anteriores ou criar uma planilha Excel com os relatórios:

09-09-2013 07-38-49

O Visio exportado concentra todos os desenhos de topologia global e de sites separados em abas, podendo ser útil para apresentar ao cliente visualmente o design, uma vez que é possivel alterar os desenhos já que são baseados em stencils e não gráficos:

09-09-2013 07-43-13

A planilha Excel traz os relatórios de dados detalhados em abas, incluindo informações adicionais como o hardware necessário para cada servidor, o posicionamento e as configurações de firewall e certificados. Esta planilha é essencial na seção de requisitos a ser entregue ao cliente para preparação da implementação do ambiente Lync 2013:

09-09-2013 07-44-39

 

CONCLUSÃO

A ferramente Lync Server 2013, Planning Tool é um recurso inestimável para quem faz arquitetura de soluções tanto para pequenas quanto grandes empresas. Seus relatórios de necessidades de certificado, firewall e configurações ajudam mesmo quando estamos falando de um único servidor para todas as funções.

Posted: set 09 2013, 09:57 by msincic | Comentários (4) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Anunciado o RTM e Datas do Exchange, Lync, Office e SharePoint 2013

A Microsoft anunciou ontem a noite a finalização destes produtos internamente.

Todos os produtos estarão disponiveis em datas diferentes conforme o tipo de cliente e contrato, como acontece com outros produtos.

Produto TechNet/MSDN Clientes SA Público
Office 365 Enterprise   Novembro  
Exchange, SharePoint, Office e Lync 2013 Novembro Download em Novembro, compra em 1º Dezembro 1º Trimestre de 2013
Office RT (para tablets Windows 8)     26/Outubro

Importante: Quem comprar licenças de Office 2012 a partir de 19/Outubro ganhará o direito ao upgrade para o Office 2013.

Alguns tópicos interessantes sobre o Exchange 2013 estão publicados no anuncio, o que ajudará os profissionais a conhecerem as novidades:

  • The New Exchange – Rajesh Jha, Corporate Vice President
  • The New OWA Rocks Tablets and Phones! – Kristian Andaker
  • Managing the New Exchange – Exchange Manageability team
  • Site Mailboxes in the new Office – Alfons Staerk and Andrew Friedman
  • Using EAC to manage multi-forest Exchange deployments – Exchange Manageability team
  • Exchange Online Protection: A Premium Protection and Policy Service for Email – Tony Trivison
  • Comparing Exchange Online and Exchange Server 2013 – Ann Vu
  • The Cloud On Your Terms (PART I): Deploying Hybrid – Ben Appleby, Robert Mazzoli and the Hybrid team
  • The Cloud On Your Terms (PART II): Managing Hybrid – Warren Johnson
  • Lessons from the Datacenter: Managed Availability – Ross Smith IV
  • Keeping Your Organization Safe with the New Exchange – Harv Bhela, General Manager
  • In-Place Archiving – Ankur Kothari
  • In-Place eDiscovery and In-Place Hold in the New Exchange (Part I) – Bharat Suneja and Julian Zbogar-Smith
  • Introducing Data Loss Prevention in the New Exchange – John Andrilla
  • In-Place eDiscovery and In-Place Hold in the New Exchange (Part II) – Bharat Suneja and Julian Zbogar-Smith
  • Managing High Availability with the EAC – Bin Sun
  • Fonte: http://blogs.office.com/b/office-news/archive/2012/10/11/office-reaches-rtm.aspx

    Posted: out 12 2012, 11:54 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
    • Currently 0/5 Stars.
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
    Login