MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2019: 4245645
Pageviews 2018: 4296564
Pageviews 2017: 4351543
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Entendendo e utilizando iSCSI

O time de técnicos de produtos LATAM (América Latina) mantem um blog muito interessante por não tratar de produtos específicos, mas sim de temas gerais e duvidas recorrentes.

Estes dois artigos são fundamentais, pois o iSCSI é uma solução mais barata que outras de storage para alta disponibilidade, está disponível no Windows como recurso nativo e trabalha com alta velocidade quando em redes gigabit. Porem, ainda desconhecido de muitos e leva o mito de complicado para outros.

Seguem os links, a leitura é essencial para conhecer e entender esta nova tecnologia:

O que é e para que serve iSCSI

Configuração básica de um iSCSI Initiator

Posted: jan 27 2011, 07:28 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Hardware | Windows

Tamanho de setor em HDDs novos influi em imagens e performance

Hoje recebi um email da HP referente ao meu notebook que informa a necessidade de incluir nas imagens um KB da Microsoft ou então mudar a formatação mesmo em Linux!!!

O documento está anexado no post, mas a explicação é, no minimo, intrigante. Eu fiquei impressionado de saber que não foi divulgado que este problema existe de forma mais extensiva e não foi disponibilizado no Windows Update.

O problema é que a industria de HDDs mudou o tamanho dos setores de 512 bytes para 4 Kbytes e simplesmente não avisou os fabricantes que otimizam o chipset e BIOS para trabalhar com blocos de 512 bytes, o que pode gerar uma lentidão de absurdos 300% na performance, principalmente do Windows XP ou SOs mais novos quando instalados por imagem.

Vale a pena ler, mesmo que você não tenha um equipamento da HP já que o KB982018 http://support.microsoft.com/kb/982018 se aplica a qualquer equipamento.

HP White Paper 4kb sector.pdf (454,56 kb)

Posted: dez 24 2010, 12:02 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Hardware | Windows

Atualizado: Baixe todos os Infrastructure Planning and Design (IPD) guides da Microsoft JUNTOS !!!

Pois é, todos sabemos que a Microsoft tem os IPDs para seus produtos. Mas para quem não sabe IPD é o guia para planejamento e design que o ajuda a montar projetos de implementação.

Foi acrescentado os IPD para o BPOS, atualizado os de virtualização e de System Center, alem do Exchange 2010 e SCSM.

Por exemplo, o guia do SQL Server 2008 R2 é dividido em 8 tarefas que devem ser documentadas para uma implementação satisfatória. Ele também contem links para referencias técnicas, um ppt para apresentação do guia e um documento do visio com o modelo de implementação.

A grande sacada é que existe como baixar todos os IPDs juntos, desde sistema operacional de cliente até Datacenters, passando pelo Sharepoint, SQL, familia System Center e por ai afora !!!

Use este link para baixar todos os IPDs: http://download.microsoft.com/download/5/B/C/5BC966BC-47D8-41DF-95F2-FA9A2D816258/IPD%20-%20All.zip

Use este link para baixar IPDs individuais: http://www.microsoft.com/downloads/en/details.aspx?FamilyId=AD3921FB-8224-4681-9064-075FDF042B0C&displaylang=en

Veja a lista dos IPDs disponiveis na data de hoje:

  • New! Exchange Server
  • New! System Center Service Manager
  • Updated! Exchange Online—Evaluating Software-plus-Services
  • Updated! SharePoint Online—Evaluating Software-plus-Services
  • Active Directory Certificate Services
  • Active Directory Domain Services
  • DirectAccess
  • Dynamic Datacenter
  • File Services
  • Forefront Identity Manager 2010
  • Forefront Unified Access Gateway
  • Internet Information Services
  • IPD Series Introduction
  • Microsoft Application Virtualization 4.6
  • Microsoft Enterprise Desktop Virtualization (MED-V)
  • Print Services
  • Selecting the Right NAP Architecture
  • Selecting the Right Virtualization Technology
  • SQL Server
  • System Center Configuration Manager 2007 SP1 with R2
  • System Center Data Protection Manager 2007 with SP1
  • System Center Operations Manager 2007
  • System Center Virtual Machine Manager 2008
  • Terminal Services
  • Windows Deployment Services
  • Windows Optimized Desktop Scenarios
  • Windows Server 2008 R2 Remote Desktop Services
  • Windows Server Virtualization (for Windows Server 2008 Hyper-V)
  • Windows User State Virtualization

Conteudo de preparação para o exame 70-680

A cerca de um ano atrás um grupo de seis profissionais foi convocado pela Microsoft para criar o que seria o “5 Estrelas” do Windows 7, exame 70-680.

Porem, neste meio tempo o programa foi descontinuado e criado um novo conceito de portal para treinamento, o que incluiria videos, artigos, demos, etc. Está disponivel em http://technet.microsoft.com/pt-br/gg263360.aspx

Este novo formato é muito mais rico e disponivel, porque no “5 Estrelas” era necessário que o visitante se autenticasse e dai para frente fizesse provas que indicavam sua habilidade, mas muitos nos diziam que gostariam de ver as funcionalidades que ficavam na quarta ou quinta estrela, por exemplo.

Este é apenas o primeiro dos portais baseados neste novo formato e já está sendo organizado o de SharePoint 2010 Administração e Desenvolvimento, System Center Configuration Manager 2007 R3 e System Center Operations Manager 2007.

Agora foi publicado o portal e eu tive o privilégio de ter realizado os 3 videos de implementação do Windows 7. Posso dizer que assistindo aos videos haverá grande chance de fazer o exame com sucesso !!!!!

image

Posted: nov 18 2010, 19:02 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Medindo consumo de energia real (JouleMeter)

Tabelas de teóricas de consumo de um microcomputador, notebook ou servidores são amplos na internet. Em geral se utilizam 4 formas de cálculos:

  1. Determinístico Arbitrário – Usa-se capacidade total da fonte menos um percentual arbitrário de uso concorrente. Por exemplo, se a fonte do seu computador é 200W e você não utiliza todas as saidas de energia, arbitra-se o valor de 60%, portanto 120W.
    Este método não é confiável porque não tem qualquer base real para o percentual.
  2. Deterministico Acumulado – Soma-se o consumo da CPU, memória, discos, placa mãe e adicionais levando em conta as especificações técnicas do fabricante de cada componente.
    Este método é exato no cálculo mas pode aumentar o consumo real, pois leva-se em conta o valor de consumo máximo de cada componente, sendo que o processador varia o consumo conforme a demanda, o disco pode desligar em ociosidade, alem de não levar em conta dispositivos USB como teclado, mouse e pendrive.
  3. Consumo Real – Este método é o mais exato e traz o consumo a partir da energia “puxada” pelo equipamento a partir do cabo de força principal com a ajuda de um alicate amperímetro, como a imagem abaixo. Este alicate traz a amperagem, voltagem e consumo pelo arco elétrico gerado no cabo de força ao ser coloca na pinça de leitura.
    image
    Porem, este método também tem a desvantagem de exigir que a medição seja humana e não manter registros das oscilações conforme o uso dos componentes se ajustam a demanda de processamento.
  4. Consumo Real (heurístico) – Este método é automatizado, inteligente e real. Por meio de fórmulas heurísticas de consumo é possivel saber o total medindo o consumo da CPU, memória e outros componentes a partir de dados dos sensores do computador ou pelos dados de cada componente atualizado. Este cálculo é feito por um software que acumula os dados trazendo a média de consumo, INCLUINDO CO2 !!!
    Para isso baixe a ferramenta JouleMeter criada pela Microsoft Research e gratuito em http://research.microsoft.com/en-us/projects/joulemeter/default.aspx
    image
    O consumo de CPU e memória do programa é infimo e não afetará o ambiente, sendo permitida até a instalação em VMs baseadas em processadores com Intel-VT ou AMD-V.

É isso ai, agora você poderá fazer tabelas reais de consumo dos servidores, estações e outros da sua rede. Em breve farei um post comparando o consumo de servidores visualizando o cenário de virtualização.

Posted: nov 06 2010, 12:50 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Green IT | Windows
Login