MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2017: 2439590
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

MVA sobre MAP (Microsoft Assessment Planning and Toolkit)

Hoje foi disponibilizado mais um treinamento no MVA que pude participar.

O MAP é uma ferramenta que não só faz o inventário de um ambiente com Windows, Linux, Oracle, MySQL e outros. Ele analisa os dados e permite saber quais migrações estão viáveis ou não gerando planilhas Excel com dados analíticos e relatórios de proposta em Word completas.

Assista e entenda melhor esta ferramenta: https://www.microsoftvirtualacademy.com/tracks/migrando-ambientes-com-map

image

Posted: dez 21 2012, 17:04 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Windows 8 | Windows 2012

System Center Configuration Manager 2012 SP1 Beta Anunciado e Disponivel para Download

Hoje foi anunciado o Service Pack 1 do SCCM 2012, o que acrescenta importantes funcionalidades ao produto (inclui todos os outros produtos, detalhes no final do post).

Importante: Os arquivos disponibilizados não são apenas o Service Pack, contem o produto com o SP1!

Como já se tornou conhecido pelo público, hoje um Service Pack não é simplesmente um conjunto de updates e hotfix. O Cumulative Update se tornou a coleção de hotfix e o Service Pack alem de contem os fix dos CUs contem também novas funcionalidades. Isso ficou muito claro com o Windows 2008 R2 SP1 que trazia o Hyper-V 2.0

Algumas novas funcionalidades do SCCM 2012 SP1:

  • Deploy de SO automatizado para Windows 8 e Windows Server 2012
    Hoje é possivel fazer com o SCCM 2012 a distribuição destes novos SOs com o OSD, porem não há suporte as novas funcionalidades para serem configuradas, e estas serão acrescentadas no SP1
  • Pontos de distribuition (Distribution Points) utilizando o Azure
    Esta inclusão é muito interessante por permitir que empresas com conta no Azure tirem do tráfego downloads de software por parte de funcionários remotos
  • Automação de tarefas com o suporte acrescentado ao PowerShell
    Com a inclusão do PS em outros produtos se viu como uma linguagem de script fazia falta na automação de algumas tarefas por meio de scripts, e agora o SP1 permitirá isso com o SCCM 2012
  • Gerenciamento de clientes com Mac OS X e Linux/Unix
    Esta é uma funcionalidade muito aguardada, já que em maio de 2011 já se falava neste suporte. Agora, finalmente, temos esta possibilidade
  • Integração com Windows Intune
    Com o Service Pack 1 do SCCM 2012 e a nova versão do Intune será possivel integrar as duas plataformas (on-promisse e cloud) para gerenciar os usuários dentro e fora da empresa, mas utilizando um console unico pelo SCCM. Um ponto interessante é que a licença do Windows Intune para quem possui o SCCM 2012 será reduzido!

Qual a previsão de disponibilização da versão final destes produtos?    Inicio de 2013.

Caso deseje testar estas novas funcionalidades, é importante lembrar que produtos Beta não oferecem suporte pela Microsoft. O ideal é utilizá-los para testes e talvez gerenciar ambientes controlados.

Link para baixar o SCCM 2012 SP1 Beta: Microsoft Download Center

Release Notes: http://technet.microsoft.com/en-us/library/jj591611.aspx

Windows Intune, conta para 30 dias de testes: http://www.microsoft.com/en-us/windows/windowsintune/try-and-buy.aspx

 

Lista de alterações nos outros produtos da Suite System Center 2012:

  • Virtual Machine Manager
    • Improved Support for Network Virtualization
    • Extend the VMM console with Add-ins
    • Support for Windows Standards-Based Storage Management Service, thin provisioning of logical units and discovery of SAS storage
    • Ability to convert VHD to VHDX, use VHDX as base Operating System image

 

  • Data Protection Manager
    • Improved backup performance of Hyper-V over CSV 2.0
    • Protection for Hyper-V over remote SMB share
    • Protection for Windows Server 2012 de-duplicated volumes
    • Uninterrupted protection for VM live migration
  • App Controller
    • Service Provider Foundation API to create and operate Virtual Machines
    • Support for Azure VM; migrate VHDs from VMM to Windows Azure, manage from on-premise System Center
  • Operations Manager
    • Support for IIS 8
    • Monitoring of WCF, MVC and .NET NT services
    • Azure SDK support
  • Orchestrator
    • Support for Integration Packs, including 3rd party
    • Manage VMM self-service User Roles
    • Manage multiple VMM ‘stamps’ (scale units), aggregate results from multiple stamps
    • Integration with App Controller to consume Hosted clouds
  • Service Manager
    • Apply price sheets to VMM clouds
    • Create chargeback reports
    • Pivot by cost center, VMM clouds, Pricesheets
  • Server App-V
    • Support for applications that create scheduled tasks during packaging
    • Create virtual application packages from applications installed remotely on native server

 

Migração do Windows XP–Vale a pena esperar o Windows 8?

Uma discussão que tenho frequentemente com clientes e com outros profissionais de TI é quando iniciar a migração corporativa do Windows XP SP3. No MVP Summit que terminou a semana passada o grupo de Windows IT-Pro discutiu muito este assunto.

Alguns fatores e questões sempre surgem e são importantes de ser destacados para devagarmos nesse assunto:

  1. O Windows XP Service Pack 3 termina o suporte em 8 de Abril de 2014
  2. Alguns questionam que vale a pena esperar o lançamento do Windows 8, atualmente em Consumer Preview equivalente ao Beta
  3. Outros questionam que ainda há muito tempo, são 2 anos até o final do suporte
  4. Por fim, os mais inocentes acreditam que é uma tarefa simples e irão fazer no devido tempo

Vamos conversar sobre cada um destes pontos e tirar uma conclusão?

Término do suporte ao Windows XP em 8/4/2014

Apesar do suporte oficial terminar daqui a 2 anos não quer dizer que tudo será atualizado. Novas versões de produtos não terão suporte em breve, por exemplo, uma nova versão de Office ou algum aplicativo como um novo navegador.

O maior impacto já é sentido atualmente na questão dos drivers, máquinas novas não possuem mais drivers para Windows XP por parte dos fabricantes de componentes. Não me refiro apenas aos fabricantes de computadores, mas também aos fabricantes de drivers para placas de video, impressoras e outros. Como exemplo, um recente lançamento de impressoras wireless só são suportadas no Windows 7 e o mesmo vale para as placas de video e jogos recentes baseados em 3D.

Conclusão: A garantia de que a Microsoft ainda irá dar suporte ao XP não quer dizer que não tenhamos outros itens que já estejam sendo descartados o desenvolvimento de aplicações e, principalmente, drivers.

Esperar o Windows 8

Vamos supor que o lançamento do Windows 8 seja em Janeiro de 2013, destacando que é uma suposição.

Veja o exemplo de projeto iniciando em Janeiro de 2013 e o prazo que teriamos para mgrar 1000 maquinas levando em conta fazer 10 maquinas por dia, que é um numero razoavel levando em conta o trabalho de migração dos perfis e aplicações:

Timeline Migração 1000 maquinas-2013

Sendo assim terminariamos a migração em Julho, mas coloque alguns fatores importantes que precisam ser levados em conta:

  • Mesmo que o Windows 8 fosse lançado hoje, ele demoraria algumas semanas para ficar disponivel a venda e contratos sendo fechados
  • O trabalho de migração será muito mais complicado pois logo após o lançamento poucos fabricantes de software já avaliaram os sistemas, o que não ocorre com grandes como Adobe mas acontecerá com certeza com os menores
  • Estamos supondo fazer 10 maquinas por dia, o que fazemos com o Windows 7 hoje facilmente, mas com o Windows 8 podemos não conseguir a mesma taxa de migração
  • A migração do Windows 7 é amplamente documentada e conhecida, portanto fácil de se obter suporte. Por exemplo, o portal de migração do Springboard é completo e com versão em portugês http://technet.microsoft.com/en-us/windows/dd641427
  • A nova interface irá exigir adaptação da parte do usuário e a migração pode ser um fiasco, já o Windows 7 é consolidado e conhecido dos usuários
  • O marco do “Service Pack 1” pode não ser uma realidade tecnicamente, afinal um fabricante não faz um SO cheio de problemas para depois corrigir, porem as empresas pensam assim e não adianta querer discutir

Conclusão: Os recursos que o Windows 7 possui são muito similares aos do Windows 8 e a migração futura pode ser feita por contrato SA (Software Assurance) com migração muito mais transparente no futuro do WIndows 7 para o Windows 8, ou quem sabe até lá já o Windows “9”  ;)

Ainda temos 2 anos pela frente

No diagrama acima simulamos a situação caso a migração fosse realizada iniciando em Janeiro de 2013, o que nos daria cerca de 8 meses de folga.

Porem existem problemas muito sérios na migração que é relativo a compatibilidade de aplicações que não se dão bem com o UAC (User Account Control).

Nos trabalhos que faço de estudo de migração, chamados de Assessments, me deparo com problemas muito sérios com aplicações que só executam em modo administrador e a complexidade para resolver isso é um fator importante, levando em conta que um dos objetivos das empresas é acabar com o administrador local.

Outro problema muito comum são ActiveX não assinados utilizados em muitas aplicações da época do saudoso ActiveX Document qu ese criava com o Visual Basic 6 ou mesmo com aplicações Click Once do .NET, já que no Windows 7 não é possivel executar componentes ActiveX não assinados sem ter que deixá-lo mais inseguro do que o XP.

Pensando nisso e olhando novamente o projeto acima, será que um mês será o suficiente para resolver os problemas de compatibilidade?   Cuidado, em muitos casos a unica solução é redesenhar o software !!!!

Não precisamos nem dizer que o hardware também é importante, pois saimos de um requisito de 512 MB do Windows XP para o de 1 GB no Windows 7, levando em conta um desenpenho apenas aceitável. Nenhuma empresa aceitará atualizar o parque de maquinas em apenas poucos meses.

Conclusão: Não temos como saber quanto tempo ainda teremos depois que iniciar a fase de testes, o cronograma pode ser fácil na migração, mas a fase inicial de compatibilidade e atualização de hardware pode ser o maior problema.

Migrar é fácil, faço quando chegar a hora

No inicio da minha carreira profissional, a 22 anos (estou ficando velho hehehe), era otimista. Sempre dizia “isso é fácil” ou outras frases assim, mas a verdade é que nos ultimos anos não posso mais falar assim. Os parques de maquinas cresceram muito da época em que eu gerenciava rede com 100-500 computadores com programas em Clipper e Visual FoxPro.

A diversidade de aplicações e a web tornaram nossos ambientes muito complexos e o numero de estações que uma empresa possui é 3 vezes maior que a 10 anos atrás.

Como profissionais de TI a nossa função é fazer o ambiente funcionar sem dor (no pain) e para isso não temos espaço para otimismo inconsequente e, infelizmente muitas vezes irresponsável.

Conclusão: Comece cedo para não ter que correr depois e ver o prazo escoando pelas mãos.

Recomendação Final

Depois desta discussão que tal iniciar rapidamente o processo?

Segue o mesmo projeto apresentado anteriormente iniciando hoje:

Timeline Migração 1000 maquinas

Terminariamos a migração 1 ano e meio antes do prazo, já com visibilidade do Windows 8 lançado (espero) e com tempo suficiente para lidar com algum desvio ou dificuldade. E assim que lançar o Service Pack 1 para o Windows 8 você poderá começar o processo de atualização sem trauma.

A previsão do mercado é que no meio do ano que vem haverá um movimento desesperado de migração, principalmente em paises como o Brasil que deixa tudo para a última hora. Evite cair na migração nesta época, pois o custo poderá dobrar.

Alguma coisa a acrescentar?  Deixe seu comentário.

Posted: mar 07 2012, 18:16 by msincic | Comentários (1) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Windows 8

Live Migration + vMotion + XenMotion–System Center Virtual Machine Manager 2012

É isso mesmo, o VMM 2012 irá contar com as três tecnologias de migração “a quente”.

O VMM 2008 R2 já conta com o vMotion, mas ele gerencia de forma isolada do Live Migration do Hyper-V.

Já o recurso do Xen, o XenMotion, não era suportado. Aliás, o Xen não era suportado no VMM 2008 R2.

O que a Microsoft fez agora é compatibilizar as três tecnologias de migração. Porem não apenas isso, mas permite juntar no mesmo grupo de servidores (managed pool) Hyper-V, ESX e XenServer !!!!!

Agora podemos colocar em um grupo, por exemplo, 3 servidores Hyper-V + 2 servidores VMWare ESX + 2 servidores XenMotion e o VMM 2012 irá conseguir migrar as VMs entre as 3 plataformas. Sensacional !!!!!

Porem, note que entre os host Xen será usado o XenMotion, entre ESX o vMotion e entre o Hyper-V o Livre Migration. Entre eles o processo é de V2V, ou seja, com um restart. A grande mudança é usar o PRO Tips entre hosts mesmo que não Hyper-V e utilizar a tecnologia de move entre os hosts.

image

Figura 1: Servidores ESX junto com servidores Hyper-V

image

Figura 2: Nova arquitetura integrada

Se quiser conhecer mais sobre isso poderá baixar os ppts da palestra que fizemos no TechEd 2011 em http://bit.ly/nTwJcZ

Também acesse os portais do TechNet:

Alem disso, recente post do VP do Gartner comenta as novidades do VMM 2012 e do Hyper-V 3.0 colocando a Microsoft como a nova lider em recursos: http://blogs.gartner.com/chris-wolf/2011/09/20/hyper-v-3-a-windows-server-2003-remix

Posted: out 04 2011, 18:23 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Primeiras Impressões: Windows 8 Server Developer Preview

Irei resumir alguns itens de usabilidade e administração do Windows 8 Server DP, disponivel para assinantes do MSDN.

 

Primeiro, o novo menu iniciar que agora tem uma visão clean, ao inves de disputar espaço com o desktop ocupa a tela inteira:

Windows 8-1

Uma das novidades que achei muito interessante e superaram o que imaginei é o Server Manager. nesta primeira imagem vemos o dashboard com as opções principais e nota-se o “All Servers”, como nas imagens adiante.

Windows 8-2

Nesta tela vemos que agora temos a possibilidade de administrar um grupo de servidores, com a tela resumindo todos os serviços, eventos e roles agrupado, alem de alertas de performance, também consolidado.

Windows 8-3

A tela de resumo dos novos recursos demonstra bem a intenção de utilizá-la para administrar todo o grupo de servidores.

Windows 8-6

E no menu temos a evidencia disso, com a opção “Add Servers”.

Windows 8-4

A parte de adição de recursos (features) agor a é integrada a papeis (roles) e permite a escolha por cenários, por exemplo, quando mais de um role ou feature é necessário para um serviço.

Windows 8-7

Note a opção de instalar em qualquer servidor ou até mesmo em um grupo de servidores ao mesmo tempo.

Windows 8-8

Por fim, o Task Manager ficou sensacional!!!!

Windows 8-11Windows 8-12Windows 8-13

É isso ai, por enquanto não tive tempo de ver os recursos, mas já deu para ver que a produtividade será muito melhorada.

Posted: set 14 2011, 15:40 by msincic | Comentários (4) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Windows 2012
Login