MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2017: 952041
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Disco Externo eSATA Desaparece ou Lento Após Conectado

Um problema que já me aconteceu algumas vezes e já precisei resolver para alguns amigos é o uso do disco externo eSATA desaparecer após conectado, ou mesmo apresentar lentidão extrema ao ser inserido demorando muito para ser detectado como letra.

SINTOMA

Ao olhar o Event Viewer você provavelmente encontrará um dos eventos abaixo:

Evento 51: An error was detected on device \Device\Harddisk?\DR? during a paging operation.

Evento 9: The device, \Device\Ide\iaStor0, did not respond within the timeout period

O evento 9 é consequencia do evento 51 que indica erro ao criar paginação para o disco que foi inserido.

CAUSA

Diferente de um disco USB que tem acesso limitado a recursos, os discos eSATA entram no mesmo barramento do disco fixo da maquina, o que faz com que ele apareça como unidade de paginação, como mostra a figura abaixo.

Configurado em modo automático, o Windows tentará criar no disco removível um arquivo de paginação, o que gera o erro.

image

SOLUÇÃO

Altere o gerenciamento de memória virtual desligando o modo automático em TODOS OS DISCOS e deixe apenas no disco C: ou outro fixo desejado e o problema não ocorrerá mais.

image

Posted: ago 08 2011, 10:31 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Hardware | Windows

Recuperando um disco dinâmico, convertendo para básico a força

Ao trocar o meu HD externo pelo que já possuía no note, tive o seguinte problema: “Invalid disk” tanto no Server Management quando no DiskPart.

O disco em questão era o de boot no meu antigo notebook que estava formatado como Dynamic e com 3 partições (System, SO e Dados).

Encontrei no Fórum TechNet referencia ao mesmo problema, mas não se aplicavam ou não adiantavam no meu caso e foi quando comentaram da ferramenta HxD (http://cnet.co/qe5H4H), que eu já havia utilizado mas para editar arquivos e não para editar setores de disco.

Então ai está a solução, usando o HxD edite o disco e altere o hexa 42 (dinâmico) para 07 (básico) e o disco passa a ser enxergado com todas as partições, mas com o sintoma de aparecem algumas partições “fantasmas”.

Na figura 1 veja a abertura do disco pelo menu “Extras –> Open Disk”

HxD-1

Na figura 2 encontramos a definição dos tipos de partição, que iniciam na posição 0000001C0 em diante e note o terceiro octeto com o DWORD 42 e altere para 07.

HxD-2

Na figura 3 veja que o disco foi visto como básico, as partições voltaram, inclusive a de 200MB utilizado como System e uma “fantasma” com a letra H que não tinha dono e que segundo referencias era a partição de controle do disco dinâmico.

HxD-3

Assim, após realocar os 200 MB para o disco G:, apagar o disco H: e reformatar a partição 1 que era boot fiquei com o meu disco recuperado e estou utilizando normalmente como uma única partição sem ter perdido dados que estavam na partição 2:

image

image

Importante: Não utilize este recurso em dados sem levar em conta o risco de perder partições, principalmente levando em conta que certos recursos não são suportados (Extend, Expand, RAIDs) em discos básicos. Este recurso é interessante e essencial caso deseje recuperar dados de discos que estejam nas especificações dos discos básicos, ou seja, até 4 partições sem recursos de RAID.

Posted: ago 03 2011, 13:14 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Hardware | Windows

Tamanho de setor em HDDs novos influi em imagens e performance

Hoje recebi um email da HP referente ao meu notebook que informa a necessidade de incluir nas imagens um KB da Microsoft ou então mudar a formatação mesmo em Linux!!!

O documento está anexado no post, mas a explicação é, no minimo, intrigante. Eu fiquei impressionado de saber que não foi divulgado que este problema existe de forma mais extensiva e não foi disponibilizado no Windows Update.

O problema é que a industria de HDDs mudou o tamanho dos setores de 512 bytes para 4 Kbytes e simplesmente não avisou os fabricantes que otimizam o chipset e BIOS para trabalhar com blocos de 512 bytes, o que pode gerar uma lentidão de absurdos 300% na performance, principalmente do Windows XP ou SOs mais novos quando instalados por imagem.

Vale a pena ler, mesmo que você não tenha um equipamento da HP já que o KB982018 http://support.microsoft.com/kb/982018 se aplica a qualquer equipamento.

HP White Paper 4kb sector.pdf (454,56 kb)

Posted: dez 24 2010, 12:02 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Hardware | Windows

Performance de discos externos eSATA x USB 2.0

Em um post do mes passado (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Comprando-direto-da-China-(coisas-que-valem-a-pena-!!!)-Case-HD-e-Adaptador-para-e-Sata.aspx) falei sobre uma loja chinesa que vendia produtos direto para o brasil.

Muitos me mandaram email sobre se realmente a porta eSata é tão boa quanto eu havia comentado no post. Pois bem, em primeiro lugar gostaria de relembrar que eSata é uma saida Sata real e não emulada, portanto igual a que você tem em um desktop e um notebook.

Mas como sempre existem os céticos que dizem "ahhhh, duvido...", segue um gráfico de performance gerado pelo HWInfo32 (http://www.hwinfo.com/index.html) e notem que o disco que utilizei nos testes, um Seagate Sata de 250 GB de 2.5" (notebook) em um case que tem as portas USB e eSata que comentei no post acima.

 Gráfico de Performance do disco utilizando USB 2.0

 Gráfico de Performance do disco utilizando porta eSata (SATA-II)

Como você pode ver, a performance é quase 3 vezes maior de um discos eSata em relação a um USB, de 20.09 MB/s para 75.53 MB/s em leitura sequencial, o que é impressionante, porque o meu disco permanente do notebook tem a leitura de 78.40 MB/s.

Posted: mar 27 2010, 15:35 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Hardware
Login