MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2017: 3144641
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Microsoft Assessment and Deployment Kit–Novo Pacote WAIK

A maioria dos profissionais de TI que utilizam Microsoft já usou o ACT para fazer assessment e inventário de ambientes, MDT para distribuir imagens pela rede utilizando PXE, USMT para fazer a migração de perfis com o LoadState e ScanState e outras funcionalidades que eram distribuidas entre o ACT e o WAIK.

Agora com o lançamento das versões Beta do Windows 8 Client e Server a Microsoft criou o novo WAIK que leva o nome de Microsoft ADK ou Assessment and Deployment Kit.

Como o proprio nome diz a principal alteração foi a unificação das ferramentas em um unico gerenciador de instalação, que antes era dividido em 3 diferentes downloads necessários (ACT, WAIK e SQL Server Express).

A instalação pode ser feita de duas maneiras com o instalador, disponivel no link http://www.microsoft.com/download/en/details.aspx?displaylang=en&id=28997

  1. Instalação online onde baixamos o instalador, escolhemos as ferramentas e o download é feito conforme a necessidade ou
  2. Instalação offline onde baixamos todos os instaladores para um diretório especifico e podemos fazer a instalação sem a necessidade de conexão com internet.

Instalação Online

Esta instalação é boa para ambientes onde iremos instalar uma unica vez com menor uso de link de internet pois a instalação e download ocorre apenas das features selecionadas, como mostra a imagem abaixo:

ADKToolkit

Note que apesar de termos uso de 3,8 GB isso não quer dizer que o download seja total, já que são baixados os instaladores que depois serão expandidos e gerados dados de cada um, mas o uso de link é considerável.

Instalação Offline

A instalação offline é muito melhor para quem irá fazer um download noturno para proceder com a instalação posteriormente e para quem irá utilizar o pacote outras vezes.

A donwload é selecionado na primeira tela do ADK onde escolhemos a opção offline e depois selecionamos o diretório onde será copiados os arquivos baixados, como a imagem abaixo:

ADK Offline

Note que neste caso o espaço necessário representa o total de downloads, já que estamos baixando os arquivos de instalação.

Neste caso foi selecionado todas as ferramentas como na imagem anteriormente mostradas das funcionalidades, mas é possivel escolher apenas as desejadas.

Será criada a estrutura de arquivos abaixo, onde o adksetup.exe é o instalador das funcionalides, como mostra imagen abaixo:

image

Ao chamar o executável de instalação offline será solicitado o diretório onde deverá ser feita a instalação, aceitação do contrato e seleção das funcionalidades a serem instaladas, sendo que já irá estar previamente selecionado os pacotes que foram anteriormente baixados.

Nos próximos dias estarei testando as ferramentas do AIK e postando aqui as novas funcionalidades e usos desta importante ferramenta para migração de Winodws XP para Windows 7.

Posted: mar 26 2012, 10:54 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Vulnerabilidade do Java explorada no Firefox

Ontem fiquei das 23:00 até as 3:00 da manhã para desativar e só hoje consegui resolver definitivamente a infecção que explorou a vulnerabilidade do Java no Firefox (figura 1), sendo que já estou com a versão 11.

Notei que ao entrar no site uma empresa de software legitima, apareceu o ícone do Java e instalou um falso antivírus que não me deixava abrir nem o prompt de comando, gerenciador de tarefas ou outras aplicações.

Alem disso ele desabilitou o McAfee e não permitia acesso para atualização das politicas e DATs por ter desabilitado os serviços, como mostra o gerenciador NAP de conexão a minha rede corporativa (figura 2).

E o pior é que o McAffee só enxergou o trojan (figura 1) depois que eu MANUALMENTE fiz o update do DAT (Daily DAT Update) e já tinha achado o vírus em Modo de Segurança, que é um arquivo com o nome VWTFRZIUZ.exe no diretório TEMP dentro do perfil do usuário.

O motivo é que o JRE 6.0.31 é o Java não vulnerável, mas não atualiza o Firefox que continua com a versão antiga (figura 3) porque o instalador do JRE 6.0.31 não remove o JRE 6.0.30 que é vulnerável, e com os dois instalados a vulnerabilidade continua ativa (figura 4).

Recomendo que vocês façam o que tive que fazer depois de já infectado:

  • Verifiquem qual o JRE que o Firefox de vocês está utilizando
  • Se for anterior ao JRE 6.0.31 removam manualmente o JRE pelo painel de controle do Windows
  • Instalem o JRE 6.0.31 pelo link: http://java.com/en/download/inc/windows_new_xpi.jsp se precisa do Java
  • Desabilite o plugin do Java nos navegadores e habilite apenas nos sites que realmente necessita

clip_image002

Figura 1 – Trojan instalado utilizando a vulnerabilidade do JRE 6.0.1

image

Figura 2 – Antivirus desativado pelo trojan

clip_image006

Figura 3 – Aviso do Firefox de que o JRE 6.0.3 ainda estava instalado

clip_image008

Figura 4 – Coexistencia dos JREs, sendo que o 6.0.3 é o vulnerável

Posted: mar 21 2012, 11:49 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Segurança

SQL Saturday #127–Rio de Janeiro, 14 de Abril

Este evento é uma série que ocorre em diversos paises pelo painel do SQL Pass, e o #127 será no Rio de Janeiro em Abril.

Foi um prazer receber neste final de semana a confirmação da aprovação da minha palestra “Dimensionando Hardware e Storage para SQL Server” pela manhã as 09:15, logo após os keynotes.

Para quem quiser assistir ao evento, que é formado por 3 tracks simultâneas, basta se increver GRATUITAMENTE em http://www.sqlsaturday.com/127/register.aspx antes que as vagas acabem.

Aos que forem ao evento, nos vemos por lá!!!!

Start Time Track 1 - Room: Room 1 Track 2 - Room: Room 2 Track 3 - Room: Room 3
08:00 AM Equipe SQLSat /DevSQL

Pre Event Session 1

Level: Beginner
Equipe SQLSat /DevSQL

Pre Event Session 2

Level: Beginner
Equipe SQLSat /DevSQL

Pre Event Session 3

Level: Beginner
09:00 AM Equipe SQLSat /DevSQL

Keynote

Level: Beginner
Equipe SQLSat /DevSQL

Keynote

Level: Beginner
Equipe SQLSat /DevSQL

Keynote

Level: Beginner
09:15 AM Marcos Freccia

Novas DMV's e DMF's no SQL Server 2012

Level: Intermediate
Marcelo Sincic

Dimensionando Hardware e Storage para SQL Server

Level: Advanced
Fabiano Neves Amorim

DBA CheckList o que analisar?

Level: Intermediate
10:45 AM Coffee Break

Coffee Break

Level: Beginner
Coffee Break

Coffee Break

Level: Beginner
Coffee Break

Coffee Break

Level: Beginner
11:15 AM Mauro Pichiliani

Aplicando processamento paralelo em instruções SQL

Level: Advanced
Diego Nogare

Pontapé inicial de Business Intelligence na Nuvem

Level: Intermediate
Marcelo Fernandes

Criptografia para Banco de Dados no SQL 2008

Level: Beginner
12:45 PM Lunch Break

Lunch Break

Level: Beginner
Lunch Break

Lunch Break

Level: Beginner
Lunch Break

Lunch Break

Level: Beginner
14:15 PM Dennes Torres De Oliveira

SQL Server 2012 : FileTable e Semantic Search

Level: Advanced
Gustavo Aguiar

Algoritmos e alternativas para cargas incrementais

Level: Intermediate
Erickson Ricci

Backup e sua importância na teoria e prática.

Level: Intermediate
15:45 PM Coffee Break

Coffee Break

Level: Beginner
Coffee Break

Coffee Break

Level: Beginner
Coffee Break 1

Coffee Break

Level: Beginner
16:15 PM Nilton Pinheiro

SQL Server 2012: AlwaysOn Availability Groups

Level: Advanced
Felipe Ferreira

Melhores práticas para seu Datawarehouse

Level: Advanced
Socorro Vieira

Testes unitários utilizando T-SQL

Level: Intermediate
17:45 PM Equipe SQLSat /DevSQL

Encerramento

Level: Beginner
Equipe SQLSat /DevSQL

Encerramento

Level: Beginner
Equipe SQLSat /DevSQL

Encerramento

Level: Beginner
Posted: mar 12 2012, 17:23 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: SQL Server | Eventos

Novas Certificações e Atualizações–20 anos da Certificação Microsoft

English version: http://msincic.wordpress.com/2012/03/12/new-certifications-and-updates-20-years-of-microsoft-certification/

Em tempos recentes as certificações deixaram de ser um diferencial para se tornar um requisito de contratação em empresas. Para quem já está em uma empresa de grande porte, principalmente as de tecnologia, sabem que no plano de carreira é obrigatório incluir ao menos uma certificação por ano.

É verdade que a presença de profissionais que utilizam os BrainDumps ao fazer os exames criou uma certa desconfiança com aqueles que apenas levam os certificados ou tem o transcript em mãos, sem conseguirem comprovar a competência.

Mas não devemos deixar de lado o valor profissional que as certificações agregam ao nosso conhecimento. Falando por mim, posso afirmar que muitos assuntos só passei a entender e explorar quando notei que na lista de tópicos para determinado exame de um produto exigia o conhecimento especifico.

Achei muito interessante um post onde o time de certificação mostra algumas alterações entre o programa original de 20 anos atrás e o atual: http://borntolearn.mslearn.net/btl/b/weblog/archive/2012/02/14/20-years-of-certification-exams-grow-up.aspx

Pensando nisso, vamos explorar algumas das novas certificações que a Microsoft liberou e atualizou nas últimas semanas.

O primeiro e já comentado no final do mês passo são os exames de SQL Server 2012 conforme noticiado no MCT Summit e que abordei no post http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Treinamentos-Oficiais-e-Certificacao-para-SQL-Server-2012.aspx

Foram também atualizados os exames de Windows 2008, que agora incluem o conhecimento de Windows 2008 R2 e SP1. Os exames anteriores criavam certa dificuldade, pois os profissionais já acostumados com as novidades do R2+SP1 se deparavam com perguntas desatualizadas. Para detalhes sobre a certificação atualizada e os cursos que agora estão na versão “B” também atualizados para R2+SP1 clique em http://www.microsoft.com/learning/en/us/certification/cert-windowsserver.aspx

Mais recentemente temos recebido informações sobre as novas certificações para System Center, e agora com a nova família de produtos integrados, uma certificação para Cloud Computing. Estes exames ainda estão em desenvolvimento e terão o beta aberto durante o MMS 2012 em Las Vegas em Abril.

image

Esta nova certificação de Private Cloud é interessante e comprova conhecimento em diversos produtos pois envolve o VMM, DPM, SCOM, Orchestrator, App Controller, WSUS e APP-V. Mas porque ela é tão abrangente?

O motivo é que a gestão de um datacenter virtualizado é muito mais complexo do que apenas conhecer o Hyper-V e conceitos de Virtual Machine. Esta nova certificação está muito bem alinhada com a expectativa do mercado e deixa claro que a Microsoft está investindo muito nesta área com os novos release do System Center.

Também já temos noticiais de exames do System Center 2012, com o anúncio do 70-243 (http://www.microsoft.com/learning/en/us/exam.aspx?id=70-243) de System Center Configuration Manager 2012 e 70-242 (http://borntolearn.mslearn.net/btl/b/weblog/archive/2011/03/24/system-center-folks-we-need-your-input.aspx) para System Center Operations Manager 2012, sendo que para o de SCOM 2012 ainda não há o conteúdo detalhado.

Aproveite a liberação das versões Release Candidate da linha System Center 2012 http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Download-de-Betas-e-RCs-da-familia-System-Center-2012.aspx, bem como os Virtual Labs que já possuem diversos módulos com o System Center 2012 http://technet.microsoft.com/en-us/systemcenter/bb539977

Posted: mar 11 2012, 23:20 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Migração do Windows XP–Vale a pena esperar o Windows 8?

Uma discussão que tenho frequentemente com clientes e com outros profissionais de TI é quando iniciar a migração corporativa do Windows XP SP3. No MVP Summit que terminou a semana passada o grupo de Windows IT-Pro discutiu muito este assunto.

Alguns fatores e questões sempre surgem e são importantes de ser destacados para devagarmos nesse assunto:

  1. O Windows XP Service Pack 3 termina o suporte em 8 de Abril de 2014
  2. Alguns questionam que vale a pena esperar o lançamento do Windows 8, atualmente em Consumer Preview equivalente ao Beta
  3. Outros questionam que ainda há muito tempo, são 2 anos até o final do suporte
  4. Por fim, os mais inocentes acreditam que é uma tarefa simples e irão fazer no devido tempo

Vamos conversar sobre cada um destes pontos e tirar uma conclusão?

Término do suporte ao Windows XP em 8/4/2014

Apesar do suporte oficial terminar daqui a 2 anos não quer dizer que tudo será atualizado. Novas versões de produtos não terão suporte em breve, por exemplo, uma nova versão de Office ou algum aplicativo como um novo navegador.

O maior impacto já é sentido atualmente na questão dos drivers, máquinas novas não possuem mais drivers para Windows XP por parte dos fabricantes de componentes. Não me refiro apenas aos fabricantes de computadores, mas também aos fabricantes de drivers para placas de video, impressoras e outros. Como exemplo, um recente lançamento de impressoras wireless só são suportadas no Windows 7 e o mesmo vale para as placas de video e jogos recentes baseados em 3D.

Conclusão: A garantia de que a Microsoft ainda irá dar suporte ao XP não quer dizer que não tenhamos outros itens que já estejam sendo descartados o desenvolvimento de aplicações e, principalmente, drivers.

Esperar o Windows 8

Vamos supor que o lançamento do Windows 8 seja em Janeiro de 2013, destacando que é uma suposição.

Veja o exemplo de projeto iniciando em Janeiro de 2013 e o prazo que teriamos para mgrar 1000 maquinas levando em conta fazer 10 maquinas por dia, que é um numero razoavel levando em conta o trabalho de migração dos perfis e aplicações:

Timeline Migração 1000 maquinas-2013

Sendo assim terminariamos a migração em Julho, mas coloque alguns fatores importantes que precisam ser levados em conta:

  • Mesmo que o Windows 8 fosse lançado hoje, ele demoraria algumas semanas para ficar disponivel a venda e contratos sendo fechados
  • O trabalho de migração será muito mais complicado pois logo após o lançamento poucos fabricantes de software já avaliaram os sistemas, o que não ocorre com grandes como Adobe mas acontecerá com certeza com os menores
  • Estamos supondo fazer 10 maquinas por dia, o que fazemos com o Windows 7 hoje facilmente, mas com o Windows 8 podemos não conseguir a mesma taxa de migração
  • A migração do Windows 7 é amplamente documentada e conhecida, portanto fácil de se obter suporte. Por exemplo, o portal de migração do Springboard é completo e com versão em portugês http://technet.microsoft.com/en-us/windows/dd641427
  • A nova interface irá exigir adaptação da parte do usuário e a migração pode ser um fiasco, já o Windows 7 é consolidado e conhecido dos usuários
  • O marco do “Service Pack 1” pode não ser uma realidade tecnicamente, afinal um fabricante não faz um SO cheio de problemas para depois corrigir, porem as empresas pensam assim e não adianta querer discutir

Conclusão: Os recursos que o Windows 7 possui são muito similares aos do Windows 8 e a migração futura pode ser feita por contrato SA (Software Assurance) com migração muito mais transparente no futuro do WIndows 7 para o Windows 8, ou quem sabe até lá já o Windows “9”  ;)

Ainda temos 2 anos pela frente

No diagrama acima simulamos a situação caso a migração fosse realizada iniciando em Janeiro de 2013, o que nos daria cerca de 8 meses de folga.

Porem existem problemas muito sérios na migração que é relativo a compatibilidade de aplicações que não se dão bem com o UAC (User Account Control).

Nos trabalhos que faço de estudo de migração, chamados de Assessments, me deparo com problemas muito sérios com aplicações que só executam em modo administrador e a complexidade para resolver isso é um fator importante, levando em conta que um dos objetivos das empresas é acabar com o administrador local.

Outro problema muito comum são ActiveX não assinados utilizados em muitas aplicações da época do saudoso ActiveX Document qu ese criava com o Visual Basic 6 ou mesmo com aplicações Click Once do .NET, já que no Windows 7 não é possivel executar componentes ActiveX não assinados sem ter que deixá-lo mais inseguro do que o XP.

Pensando nisso e olhando novamente o projeto acima, será que um mês será o suficiente para resolver os problemas de compatibilidade?   Cuidado, em muitos casos a unica solução é redesenhar o software !!!!

Não precisamos nem dizer que o hardware também é importante, pois saimos de um requisito de 512 MB do Windows XP para o de 1 GB no Windows 7, levando em conta um desenpenho apenas aceitável. Nenhuma empresa aceitará atualizar o parque de maquinas em apenas poucos meses.

Conclusão: Não temos como saber quanto tempo ainda teremos depois que iniciar a fase de testes, o cronograma pode ser fácil na migração, mas a fase inicial de compatibilidade e atualização de hardware pode ser o maior problema.

Migrar é fácil, faço quando chegar a hora

No inicio da minha carreira profissional, a 22 anos (estou ficando velho hehehe), era otimista. Sempre dizia “isso é fácil” ou outras frases assim, mas a verdade é que nos ultimos anos não posso mais falar assim. Os parques de maquinas cresceram muito da época em que eu gerenciava rede com 100-500 computadores com programas em Clipper e Visual FoxPro.

A diversidade de aplicações e a web tornaram nossos ambientes muito complexos e o numero de estações que uma empresa possui é 3 vezes maior que a 10 anos atrás.

Como profissionais de TI a nossa função é fazer o ambiente funcionar sem dor (no pain) e para isso não temos espaço para otimismo inconsequente e, infelizmente muitas vezes irresponsável.

Conclusão: Comece cedo para não ter que correr depois e ver o prazo escoando pelas mãos.

Recomendação Final

Depois desta discussão que tal iniciar rapidamente o processo?

Segue o mesmo projeto apresentado anteriormente iniciando hoje:

Timeline Migração 1000 maquinas

Terminariamos a migração 1 ano e meio antes do prazo, já com visibilidade do Windows 8 lançado (espero) e com tempo suficiente para lidar com algum desvio ou dificuldade. E assim que lançar o Service Pack 1 para o Windows 8 você poderá começar o processo de atualização sem trauma.

A previsão do mercado é que no meio do ano que vem haverá um movimento desesperado de migração, principalmente em paises como o Brasil que deixa tudo para a última hora. Evite cair na migração nesta época, pois o custo poderá dobrar.

Alguma coisa a acrescentar?  Deixe seu comentário.

Posted: mar 07 2012, 18:16 by msincic | Comentários (1) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Windows 8
Login