MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2017: 3425284
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Software Asset Management (SAM) com System Center Configuration Manager–Windows Desktop e Office (Part V)

Neste quinto artigo sobre como utilizar o SCCM para falar de SAM (Software Asset Management) vamos iniciar a leitura de relatórios envolvendo os dados de Windows desktops (client) e Office.

Para lembrar da nossa pauta e a agenda dos itens, use o link de introdução: http://www.marcelosincic.com.br/post/Software-Asset-Management-(SAM)-com-System-Center-Configuration-Manager.aspx

Introdução

O licenciamento que envolve o Windows cliente e o Office não são difíceis de serem interpretados. Basicamente o cálculo é feito por somar as versões e edições instaladas e comparar com o licenciamento que a corporação possui.

No caso de licenciamento para clientes é mais importante entendermos os diferentes tipos de licenciamento para os produtos envolvidos, para não cair nas “pegadinhas”.

 

Windows

OEM

O licenciamento do Windows normalmente não é comprado em contrato, pois a maioria compram os computadores com a licença de OEM. A maior dificuldade em caso de uma auditoria ou a gestão de ativos de software para OEM é o fato de ter que manter todas as notas fiscais. E se a licença for FPP (caixinha) é necessário ter colado a etiqueta na maquina (COA) e guardar a caixinha enquanto aquela maquina estiver com o SO comprado.

Referencia: http://windows.microsoft.com/pt-br/windows/genuine/business#T1=tab01 

E quando o cliente não possui as notas fiscais ou a caixinha? 

Neste caso é necessário pagar o licenciamento GGS, GGK ou GGWA (regularização) para cada máquinas que não tenha a nota fiscal. O valor da licença de regularização é muito similar a uma licença FPP mas tem possibilidade de contrato por volume facilitando o controle já que não precisa ter a etiqueta colada na maquina.

Também é possível comprar o licenciamento do Windows por meio de contratos, por exemplo no EA (Enterprise Agreement), EAS (Enterprise Agreement Subscription), MPSA (Microsoft Products and Services Agreement) ou em licenciamento online de Office 365 com o ECS (Enterprise Cloud Suite).

Observação: Em futuros artigos iremos abordar os diferentes tipos de contratos https://www.microsoft.com/en-us/Licensing/licensing-programs/enterprise.aspx

Nos casos de contrato EA, EAS e MPSA o licenciamento pode ser os de regularização já citados ou utilizar um bundle de licenciamento chamado ProDesk que incluir Windows, Office e CoreCal a um valor menor quando comprados separadamente.

Windows Enterprise e VDA

No caso de licenciamento e o ProDesk pode-se adquirir o Windows Enterprise que possui algumas características importantes, por exemplo o MDOP que é um conjunto de ferramentas (App-V, MBAM - Bitlocker Manager, AGPM) que são garantidos pelo SA (Software Assurance).

O VDA (Virtual Desktop) são as maquinas virtuais que existem no ambiente. Não podemos pegar o licenciamento de maquinas cliente e alocar para uma VM, exceto no caso de Windows Enterprise. Nos outros casos é necessário comprar uma licença VDA para cada VM de Windows Client que for inventariada.

Referencia do Enterprise com SA: https://www.microsoft.com/en-us/Licensing/licensing-programs/software-assurance-by-product.aspx#tab=2

Upgrade para Windows 10 (29/Julho/2016)

O Upgrade para Windows 10 pode ser feito até 29/Julho em qualquer uma das modalidades de compra, principalmente OEM. Os clientes pode fazer o upgrade e continuar licenciado.

Qual a diferença de alguém que fizer o upgrade após a data programada?

A ativação automática do Windows 10 só é possível com chaves licenciadas e OEM até esta data. Caso não faça o upgrade no prazo, as maquinas não conseguiram ativar e será necessário comprar uma nova licença ou retornar a anterior.

Direito de Downgrade

A página https://www.microsoft.com/pt-br/licensing/learn-more/brief-downgrade-rights.aspx traz o link para download de detalhes dos direitos de downgrade do SO:

image

 

Microsoft Office

Assim como Windows o Office pode ser comprado em OEM, FPP, Get Genuine (GG) e contratos de volume, valendo as mesmas regras anteriores.

Para não cair na repetição, vamos abordar o que temos de diferente em relação do Windows Client.

Direitos de Downgrade

O mesmo documento já especificado no Windows determina o direito de downgrade para o Office:

image

O direito de downgrade vale apenas para a versão e não para a edição, ou seja posso utilizar o Office 2010 Standard se tenho a versão 2013 Standard, mas não posso comprar a Professional e utilizar a Standard.

Office 365 Online

As diversas edições do Office 365 online não servem para licenciar as versões instaladas nos desktops.

É importante que no caso de clientes que possuem licenças de Office para legalizar e compraram o Office 365 ProPlus (separado ou como parte do ECS, E3 ou E5) que sejam desinstaladas as versões full.

O motivo é que as versões full de Office são ativadas com uma chave serial e são perpetuas, enquanto as versões Office 365 são validadas com a conta do usuário Microsoft ID e quando a assinatura expirar param de funcionar como seria o correto. No caso de clientes que tentaram comprar a versão online e estão utilizando a full, não ocorrerá a expiração e por isso é necessário o upgrade.

 

Licenciamento por Device ou User

O Office e Windows permitem os dois tipos de licenciamento, sendo o mais correto definido pelo perfil de uso.

No caso da maioria dos clientes utilizamos Device já que contamos as maquinas e atribuímos uma licença para cada computador. Porem, no caso de ambiente com Office 365 o licenciamento é por usuário e precisa-se entender a diferença e como contar.

Para licenciamento por usuário precisamos contar quantos usuários no AD não são administrativos ou maquinas e comprar o licenciamento.

O licenciamento por usuário tem vantagem no caso do ambiente em que um mesmo usuário utiliza dispositivos móveis para acessar a sua conta de correio, já que inclui até 5 dispositivos para cada usuário.

O licenciamento por dispositivo tem a vantagem de não ser necessário controlar usuários e podermos ter maquinas compartilhadas, já que na grande parte dos ambiente existem mais usuários que máquinas.

Manter ambientes com os dois tipos de licenciamento (Device e User) é possível mas complexo de controlar. Precisa-se neste caso contar e ter controlado qual maquina tem a licença de dispositivo e os usuários que estão utilizando licença por usuário.

Para saber quantas licenças de usuário teriam que ser compradas caso este seja o volume esperado, pode-se usar o relatório do Asset Intelligence que vimos nos artigos anteriores, principalmente os que indicam maquinas compartilhadas (Shared Computer) e o que indica o usuário primário para cada computador.

 

Conclusão

O licenciamento de Windows e Office não são tão complexos, mas exigem atenção pelo volume, principalmente o Office Professional que tem um custo elevado.

Referencia Geral: https://www.microsoft.com/en-us/Licensing/product-licensing/windows10.aspx

Posted: jun 05 2016, 18:45 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Anunciado o RTM e Datas do Exchange, Lync, Office e SharePoint 2013

A Microsoft anunciou ontem a noite a finalização destes produtos internamente.

Todos os produtos estarão disponiveis em datas diferentes conforme o tipo de cliente e contrato, como acontece com outros produtos.

Produto TechNet/MSDN Clientes SA Público
Office 365 Enterprise   Novembro  
Exchange, SharePoint, Office e Lync 2013 Novembro Download em Novembro, compra em 1º Dezembro 1º Trimestre de 2013
Office RT (para tablets Windows 8)     26/Outubro

Importante: Quem comprar licenças de Office 2012 a partir de 19/Outubro ganhará o direito ao upgrade para o Office 2013.

Alguns tópicos interessantes sobre o Exchange 2013 estão publicados no anuncio, o que ajudará os profissionais a conhecerem as novidades:

  • The New Exchange – Rajesh Jha, Corporate Vice President
  • The New OWA Rocks Tablets and Phones! – Kristian Andaker
  • Managing the New Exchange – Exchange Manageability team
  • Site Mailboxes in the new Office – Alfons Staerk and Andrew Friedman
  • Using EAC to manage multi-forest Exchange deployments – Exchange Manageability team
  • Exchange Online Protection: A Premium Protection and Policy Service for Email – Tony Trivison
  • Comparing Exchange Online and Exchange Server 2013 – Ann Vu
  • The Cloud On Your Terms (PART I): Deploying Hybrid – Ben Appleby, Robert Mazzoli and the Hybrid team
  • The Cloud On Your Terms (PART II): Managing Hybrid – Warren Johnson
  • Lessons from the Datacenter: Managed Availability – Ross Smith IV
  • Keeping Your Organization Safe with the New Exchange – Harv Bhela, General Manager
  • In-Place Archiving – Ankur Kothari
  • In-Place eDiscovery and In-Place Hold in the New Exchange (Part I) – Bharat Suneja and Julian Zbogar-Smith
  • Introducing Data Loss Prevention in the New Exchange – John Andrilla
  • In-Place eDiscovery and In-Place Hold in the New Exchange (Part II) – Bharat Suneja and Julian Zbogar-Smith
  • Managing High Availability with the EAC – Bin Sun
  • Fonte: http://blogs.office.com/b/office-news/archive/2012/10/11/office-reaches-rtm.aspx

    Posted: out 12 2012, 11:54 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
    • Currently 0/5 Stars.
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5

    Microsoft Mathematics Add-In for Word and OneNote–Calculos complexos no Word e OneNote

    Baixei como curioso este add-in que a Microsoft publicou no email de download e tive uma boa surpresa.

    Estes recursos já eram conhecidos no Excel, destacando-se o Solver, e agora é possivel fazer o mesmo no Word e no OneNote. É possivel montar equações simples ou complexas, gerar gráficos senoidais, matrizes e muitos outros.

    A barra aparece como Mathematics no Word e no OneNote como a imagem abaixo:

    Math-1

    Como um breve exemplo eu criei o espaço de equação e digitei uma fórmula simples, como pode ser visto abaixo, e cliquei em Compute –> Calculate na barra que se abre após digitar a fórmula no quadro. Note que na barra temos todos símbolos matemáticos para fazer a equação, alem dos elementos para estruturas:

    Math-2

    Muito boa a ferramenta, excelente !!!! Baixe em http://www.microsoft.com/downloads/en/details.aspx?FamilyID=CA620C50-1A56-49D2-90BD-B2E505B3BF09

    Posted: set 23 2010, 21:41 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
    • Currently 0/5 Stars.
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
    Filed under: Office

    Office 2010 e Windows Mobile Device Center (WMDC)

    Ontem instalei o Office 2010 na minha máquina, e claro baixei a versão x64 (64 bits) já que o meu Windows 7 é 64 bits.

    Porem, ontem a noite não conseguia sincronizar o meu telefone Windows Mobile com o Outlook e recebia o erro:

    "Either these is no default mail client or the current mail client cannot fulfill the messaging request. Please run Microsoft Office Outlook and set it as the default mail client."

    Tentei de tudo, reinstalei o Office, o WMDC, verifiquei o Event Viewer e nada. Até que resolvi usar o Debug do Visual Studio 2008 e descobri que o WMDC faz uma chamada em 32 bits para uma biblioteca de nome MAPI.dll, que no caso do Office 2010 64 bits não existe uma segunda versão 32 bits.

    Solução: Desinstale o Office 2010 64 bits e instale a versão 32 bits. Não adianta reclamar, depois de achar o problema consultei o log de erros no site Microsoft Connect e vi que este problema não é do Office e sim do WMDC que não tem versão com chamada de API 64 bits.

    Posted: jul 31 2010, 16:27 by msincic | Comentários (5) RSS comment feed |
    • Currently 0/5 Stars.
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
    Filed under: Office

    Office Web Online disponivel !!!!

    Você já deve ter ouvido falar que o Office 2010 iria concorrer diretamente com o Google Docs.

    Pois bem, se voce entrar agora na sua página do Live verá que aparece o menu "Office", ou então entre diretamente pelo endereço http://office.live.com e veja as telas abaixo, muito simples e conseguiram fazer igual ao Office Desktop, sem custo.

    Todos os documentos ficam arquivados no SkyDrive da sua conta. Uma release futura é poder editar documentos diretamente do seu hotmail, mas isso precisamos esperar. Também já está disponivel a versão offline para sincronização em http://www.microsoft.com/office/2010/en/office-web-apps.

     

     

    Posted: jun 08 2010, 22:00 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
    • Currently 0/5 Stars.
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
    Filed under: Office
    Login